Revista Quem comete gafe no Facebook: “Nada descreve meu ódio”.

Read Time1 Minute, 49 Seconds

Cada vez mais, têm acontecido questões constrangedoras envolvendo as redes sociais, e fica cada vez mais nítida a necessidade que as empresas têm de gerenciar melhor suas senhas, principalmente das redes sociais.

Dessa vez, quem passou por uma saia justa nas redes sociais, foi a revista Quem. No dia 02 de Maio (sábado), ao divulgar a chegada da nova princesa da Inglaterra, filha do príncipe William com a duquesa Kate Middleton. Um dos administradores da página da revista no Facebook publicou uma mensagem de ódio na rede social, somente pelo fato de o bebê ter nascido no final de semana.

“Óbvio que ele ia nascer bem no fim de semana. Nada descreve meu ódio”, escreveu um dos responsáveis pela página, junto com a notícia. A publicação foi compartilhada por muitos usuários e rapidamente repercutiu no Facebook e em outros sites.

A Quem apagou a mensagem original e logo em seguida veio a público para se desculpar pelo post:“Pedimos desculpas pela mensagem postada mais cedo sobre o nascimento do bebê real. O comentário não reflete a opinião de Quem. Agradecemos aos nossos leitores, que informaram o problema à redação. Uma boa tarde, pessoal!”.

O cofre senhasegura foi desenvolvido para guardar suas senhas mais sensíveis e com isso evitar situações constrangedoras como essa sanando as demandas das empresas por proteção das credenciais impessoais e pessoais de alto privilégio.

Em relação às redes sociais, foi desenvolvido pela equipe do senhasegura, um módulo que permite a troca periódica das senhas dos usuários das redes sociais das empresas, com a geração de senhas de alta complexidade, efetuando a custódia e o rastreamento de quem está utilizando essas plataformas.

Portanto, nesse caso, a pessoa responsável pela publicação, não conseguiria concluir sua ação sem o consentimento da revista, pois após a expiração de sua credencial, seria necessário que o usuário fizesse uma solicitação à revista para que uma nova senha de alta complexidade fosse gerada, evitando dessa forma, todo esse constrangimento para com seus leitores.

quem

FONTE: SenhaSegura

0 0

Deixe uma resposta

Close